Taxistas trabalham com medo de novos assaltos em Barueri na grande São Paulo


Após novos casos, profissionais alegam dificuldade para trabalhar

A situação está ficando cada vez mais complicada para os taxistas que desempenham a função em Barueri. Novos casos de assaltos assustam os profissionais que trabalham com taxi em Barueri ,é que a onde de assaltos e sequestros relâmpagos vem crescendo a cada dia.

Neste ano, diversos casos foram registrados no município. Estas ações tiveram uma trégua após a prisão de suspeitos que polícia Civil de Barueri prendeu em dezembro de 2016, três rapazes suspeitos de participarem do assalto que terminou com a morte do taxista Barnabé Rodrigues de Sousa, o Grilo, no mesmo ano e mês. Porém, nesta sexta(25) os crimes voltaram a amedrontar os trabalhadores.

Os casos mais recentes foram contra dois taxistas. Um desempenha suas funções no ponto de táxi localizado em frente a Rodoviária e o outro no ponto de táxi de Alphaville.

Os meliantes ligam pedindo táxi ,geralmente é com destino a Carapicuiba, assim que o taxista chega ,o homem é bem cordial,educado,senta no banco de traz ,mas no meio do caminho ele anuncia o assalto,relata um motorista que iremos dar o nome de Marcos.

Pelo que me parece é uma quadrilha,porque há varias pessoas envolvida,eles usam mulheres,outros telefones,e inúmeros endereços,não podemos,mas se continuar assim e não tiver uma ação mais segura dos órgãos de segurança ,começaremos a negar corridas para Carapicuiba,antes a Policia Militar ,Guarda Municipal faziam varias blitz na cidade,mas faz tempo que não vejo mais isso,conclui o motorista que trabalha no ponto central de Barueri.

“Já pedimos por várias vezes para uma ação da Guarda Municipal e até para policia militar,inclusive enviamos os áudios,os números de telefones de onde partem as ligações,e até uma linha fixa ,porem ate o momento nem a GM e nem a PM deu qualquer esclarecimento sobre isso.Só sabemos que saímos para trabalhar, mas não sabemos se voltamos para nossas casas vivo.

Pedimos encarecidamente uma solução antes que aconteça algo pior num assalto destes”.
A.S