Jovem mata taxista, alega assédio e depois muda versão


Lucas foi preso em flagrante e ficará à disposição da Justiça
Um jovem foi preso em Cananéia, no litoral de São Paulo, após esfaquear e matar um motorista de taxi durante uma corrida na cidade. A Polícia Civil informou que o crime aconteceu na altura do Km 0,5 do bairro Agrossolar, no sábado (12)

Lucas Samuel Zacarese Ribeiro, 23 anos, inventou primeiramente que o condutor havia tentado molestá-lo. O jovem depois mudou a versão e disse que a vítima reagiu ao ser assaltada por ele.

"Ele falou que ia alegar legítima defesa, por isso, inventou a história de que havia sido molestado. Mas, chegando ao local do crime, pensou melhor e resolveu contar a verdade. Registramos as duas versões, para que sejam anexadas ao processo", revela o delegado Wesley Franklin de Paula.

Ele teria anunciado o assalto e, após a reação da vítima, a esfaqueou. O suspeito dirigiu o carro do taxista Francisco Egen Junior por alguns metros, até abandoná-lo e se desfazer dos pertences do motorista.

De acordo com o G1, a polícia localizou Lucas na casa da avó de sua namorada, momentos após o crime.

Francisco foi sepultado na tarde do último domingo (13), no Cemitério Municipal de Cananéia. Lucas foi preso em flagrante e ficará à disposição da Justiça.