Hospital Municipal de Barueri mantém funcionários sem registro


 
Parece matéria repetida,mas não é ,novamente o Hospital Municipal de Barueri ,Francisco Moran é assunto nas paginas de jornal da cidade.


A expectativa de que as deficiências estruturais do Hospital Municipal de Barueri Francisco Moran em Barueri, começariam ser minimizadas com a entrada da SPDM(Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina) ainda não se concretizou, sobretudo para os funcionários. Técnicos de enfermagem,Enfermeiros,Recepcionistas,e funcionários de outros departamentos contratados pela atual gestora reclamam que estão trabalhando sem registro e em excesso para compensar a falta de pessoal.

O receio da categoria é de que a falta do registro deixe desamparado quem necessitar reivindicar direitos trabalhistas em caso de doença, por exemplo. O temor é justificado por causa dos riscos de contaminação submetidos pelos profissionais, que lidam diretamente com pacientes vítimas de meningite, tuberculose e outros males.

Um integrante do quadro do Hospital , que pediu para não ser identificado, "A Fundação não contratou mais ninguém. A situação está obrigando cada profissional a trabalhar por outros dois ou três. Em dias críticos, um técnico fica responsável por até 20 pacientes", reclamou outro funcionário.

Tentamos contato com diretoria técnica do hospital no setor intermediário,fomos recebidos por uma funcionária chamada Andreza ,que aguardasse que alguém iria nos receber,porém após 40 minutos de espera se retiramos do local ,deixando cartão com telefone de nossa redação,porém até o fechamento da matéria ninguém quis se manifestar.