Cadeirantes enfrentam dificuldades com falta de Manutenção em cadeiras motorizadas


Cadeirantes do município de Barueri reclamam que desde Dezembro do ano passado estão sem manutenções em suas cadeiras motorizadas .


Muitos dos cadeirantes que possuem essa cadeira foi cedidas pela prefeitura, e até dezembro do ano passado a gente ia no Jardim Belval ( onde fica a Secretaria de Direitos a Pessoas com Deficiência de Barueri) e lá tinha um pessoal que fazia a manutenção ,é difícil para quem precisa usar cadeira de roda simples,principalmente aquelas pessoas que mora sozinho,ou depende de alguém para ajudar conta dona Teresa da Dores ,moradora do Jd Gabriela que tem uma cadeira motorizada parada desde Fevereiro deste ano por falta de uma peça que custa em torno de R$ 900,00,que é aposentada e gasta em torno de R$ 300,00 de medicamentos para pressão,ansiedade,e cardíaco.

Quem esta com o mesmo problema é o Sr Francisco,morador no Parque dos Camargos,"Vou direto na secretaria,mas eles não dão solução nenhuma ,para mim é muito difícil,aqui no bairro tem muitas subidas,e o meu braço já doí muito,e quando tenho que sair ,é uma dificuldade muito grande"

Boa parte das pessoas que utiliza cadeira de rodas reclama das calçadas irregulares da cidade. Por causa disso, tem cadeirante que prefere andar na rua, disputando espaço com os carros.

É o caso do jovem Alan Dantas. Ele tem 20 anos e usa cadeira de rodas, por causa de uma distrofia ele diz que as calçadas da cidade são irregulares. "Ainda é melhor andar pela rua mesmo com o risco de ser atropelado. Na calçada temos que ficar tentando descobrir se do outro lado terá acessibilidade", explica o cadeirante.

Solicitamos informações por meio da secretaria de comunicação de Barueri ,se há uma previsão para normalização de uma equipe de manutenção ,mas até a finalização desta matéria ,não houve respostas.
A.S