Radares devem ser reinstalados em Osasco no segundo semestre


Secretário de Trânsito, Carlos Piteri, disse que licitação já foi aberta. Radares serão inteligentes e vão detectar carro roubado


Retirados no ano passado, ainda no governo Jorge Lapas (PDT), os radares de trânsito que controlam velocidade e avanço de semáforo vermelho devem ser reinstalados em Osasco no segundo semestre deste ano. A previsão foi feita por Carlos Piteri, secretário municipal de Trânsito e Mobilidade Urbana. O chefe da pasta voltou a garantir que os radares no governo Lins serão “educativos”. A administração também já adiantou que os radares serão integrados ao sistema Detecta, que identifica veículos roubados.

“Os radares estão em processo de licitação. Existe um processo burocrático, legal e necessário. Sabemos que precisamos respeitar esses prazos e estamos aguardando. Está no trâmite normal nos departamentos competentes para que o mais rápido possível eles sejam reconstituídos. Temos a expectativa de tê-los já no segundo semestre. Lógico, a recomposição dos radares, dos controles de velocidade que são radares educativos, vão trazer mais segurança para a população, mas sempre com esse intuito de educar”, disse Piteri.

Além dos radares, o secretário de Trânsito de Osasco também aguarda a conclusão do concurso público para ampliar o número de agentes de trânsito na cidade. Atualmente, apenas nove agentes são responsáveis por organizar o trânsito osasquense, o que Piteri classifica como “grave”. 80 vagas foram disponibilizadas pela prefeitura por meio do concurso.

“Hoje nós temos um problema muito grave de falta de recursos humanos. Nós temos apenas nove agentes em atividade na cidade. Estamos aguardando os resultados do concurso público que o prefeito Rogério Lins está promovendo, o maior concurso público dos últimos vinte anos, e nós temos a expectativa de, ao longo do segundo semestre, ir recompondo o nosso quadro contratando mais 80 agentes de trânsito. Esse número vai trazer uma condição melhor de organizarmos o trânsito. A função do agente de trânsito é organizar a mobilidade urbana da cidade e isso nós vamos buscar com mais facilidade após o concurso”, opinou.
Fonte:Diario de Osasco