Prefeito de BH diz que cumprir promessas está 'foda' e xinga internet


"Não é mole isso aqui, não é brincadeira", afirmou Alexandre Kalil (PHS)

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), gravou um vídeo em tom de desabafo na última quarta-feira (12), afirmando que "está foda" cumprir suas promessas e que "tudo continua ruim".

"Quero esclarecer que eu não estou sumido, estou aqui tentando fazer para vocês o que eu prometi, e garanto que está 'foda', não está fácil, está difícil. Não é mole isso aqui, não é brincadeira", afirmou.
O vídeo foi gravado ao vivo em sua página no Facebook. Kalil disse que estava na hora de "dar uma conversada" e que não quer que os eleitores se sintam longe dele.
"Não estou aqui pra falar que está tudo muito bem, que não está, continua muito ruim. Nós estamos tentando melhorar. Você não está sendo atendido como eu quero, mas vai voltar a ser atendido", disse.
"Estamos trabalhando pra burro. A única coisa que aqui não tem é: ninguém está delatado, ninguém vai ser delatado", completou.Em um vídeo de seis minutos, a transmissão foi interrompida quatro vezes por problemas na internet, o que gerou irritação de Kalil com a empresa de informática do município, responsável por gerenciar os sistemas da prefeitura.
"Voltou, gente. Já pedi pra essa merda da Prodabel vir cá arrumar isso dez vezes, parece que eles não conseguem resolver. A gente tem essa porcaria de internet como tudo aqui na prefeitura desde que nós chegamos. Era assim e nós vamos mudar", afirmou.
Kalil prometeu fazer vídeos com mais frequência. "Eu vou voltar aqui, vou ver se arrumo essa porcaria dessa internet pra poder falar sem corte pra vocês."
CAMELÔS
No vídeo, Kalil comentou a ação que retirou mais de mil camelôs do centro da cidade. Um projeto prevê que eles sejam realocados em shoppings e feiras populares com subsídio da prefeitura para sua instalação.
Houve protesto dos camelôs e até confronto com a polícia. "Tirar os camelôs do centro foi uma coisa que me doeu, que me tirou o sono. Fizemos com o máximo que conseguimos de humanidade", disse Kalil.
Sobre a saúde, setor que tem sido sua prioridade, o prefeito afirmou que conseguiu economizar R$ 120 milhões diminuindo gastos com terceirizações. Disse ainda que vai resolver o problema da falta de fitas de glicemia.
Kalil ressaltou que "as coisas estão andando com muita dificuldade", mas que a prefeitura tem dinheiro para obras e projetos. "Estamos enxugando a prefeitura e vamos enxugar ainda mais", concluiu. Com informações da Folhapress.