"Fale com o Prefeito" vai aos bairros a partir de agosto


Foto de Correio Paulista
O projeto “Fale com o Prefeito”, no qual Rogério Lins e seus secretários recebem pessoalmente moradores da cidade, para ouvir reclamações, sugestões e apresentação de projetos, vai ganhar uma versão itinerante. Após duas edições realizadas na Sala Osasco, ao lado da prefeitura, ele passa a acontecer nos bairros. 

O primeiro “Fale com o Prefeito” nessa nova versão acontece em agosto, na Zona Norte da cidade.  “Estamos escolhendo um local na região do Bel Jardim ou Munhoz Júnior”, afirmou Lins, durante vídeo postado nas redes sociais em que faz um balanço da 2ª edição do projeto, realizada na última quarta-feira, dia 5. Segundo ele, essa foi a última realização na prefeitura. 

Agora, a intenção é de que os encontros itinerantes sejam mensais. “Queremos  acabar de vez com a ideia de que a população só consegue falar com seus representantes na época da eleição. Vamos estar todos os meses em um bairro da cidade”, reforçou Lins. Na quarta-feira, segundo ele, foram atendidas cerca de 200 pessoas, no período entre 8 e 21 horas. 

O número superou os 170 atendimentos da primeira versão, em maio. De acordo com Lins, foram realizadas duas etapas de distribuição de senhas, às 7 horas da manhã e no início da tarde. Além disso, foram recebidas pessoas que agendaram previamente  sua participação pela Central 156 ou no próprio gabinete.  Após um cadastro inicial, a pessoa é encaminhada para a secretaria ou setor responsável por sua demanda e também recebe uma estimativa de tempo de espera.

“Atendemos as mais diversas reivindicações, incluindo algumas sugestões bem positivas sobre projetos de acessibilidade e também de entidades, em benefício de idosos e crianças e adolescentes. Além  disso, pessoas que vivem em áreas de risco nos procuraram com sugestões de programas habitacionais”, detalhou.

Lins destacou ainda, no  vídeo postado nas redes sociais, que apesar do atendimento ter se estendido até as 21 horas, o projeto não traz gastos aos cofres públicos, pois os servidores abriram mão de receber horas extras por esse dia de trabalho. O expediente na prefeitura se encerra às 17 horas. “Quero inclusive agradecer os servidores públicos, por esse dia totalmente dedicado a atender a população”, ressaltou. 
Webdiario