Tatuagem na testa de menor começa a ser removida


Já não é mais possível ler com tanta clareza a frase "eu sou ladrão e vacilão", tatuada na testa de um adolescente de 17 anos.
Quase um mês depois da ocorrência em São Bernardo do Campo (Grande SP), o menor iniciou o processo de remoção da marca.
Ele segue internado para tratamento da dependência em crack e álcool.
O reportagem apurou que a primeira sessão foi realizada no último sábado por uma equipe de estética do ABC Paulista, que teve de se deslocar até Mairiporã, onde o jovem está internado na clínica Grand House, especializada na reabilitação biopsicossocial do dependente químico.
O procedimento ocorre com o auxílio de um laser que faz com que a tinta seja absorvida pelo organismo.
A equipe da Grand House não percebeu muita diferença ainda no sábado, mas ontem já foi possível notar o desaparecimento de algumas letras.
Com uma sessão por mês, a expectativa é de que até março de 2018 a tatuagem desapareça de vez.
Site:Uol