Perseguição a ladrão de carga começa em SP e termina em Barueri


A perseguição a um homem que carregava equipamentos usados em roubos de carga parou o centro de Barueri na manhã de sexta-feira, 23/6. Por volta dos 7 horas, ele finalmente foi preso na altura da praça das Bandeiras após fugir da polícia por cerca de 20 quilômetros. A ação policial usou várias viaturas e um helicóptero e causou congestionamento na região da ponte da Castelo Branco.


Policias do Deic e da Divecar, delegacia especializada em roubos de carga, abordaram o motorista de um furgão na marginal Tietê. O veículo era roubado. O suspeito trocou tiros com os policiais civis e foi ferido na perna. Mesmo assim, conseguiu fugir e pegou a rodovia Castelo Branco.

O fugitivo tinha em seu poder equipamentos usados para a prática de roubo de cargas, como aparelhos de radiocomunicação e um bloqueador de rastreamento.Na estrada, ele chegou a se chocar com outros veículos e passou em alta velocidade pelo posto de pedágios. Ao chegar à altura de Barueri, quando os policiais já estavam bem perto, entrou pela cidade, e foi alcançado na rua Campos Sales, perto da ponte sobre a rodovia, onde se entregou.

Boato
A confusão provocou muita curiosidade em Barueri e despertou a circulação de boatos. Um deles afirmava que no momento na detenção do fugitivo teria havido uma troca de tiros e que um policial havia morrido baleado, o que foi negado pelas polícias Civil e Militar e pela Guarda Municipal.