Carlinhos do açougue afirma: A Câmara de Barueri deve cortar cargos do Legislativo


Na última terça-feira (3), a Câmara Municipal de Barueri voltou do recesso de fim de ano e realizou sua primeira sessão em 2015. 
Dando início ao biênio 2015/2016 da Câmara, o novo presidente, Carlinhos do Açougue (DEM), terá o desafio de enxugar os gastos da Casa de Leis e lidar com os efeitos da mudança.

“Para essa reforma já existe uma determinação do Ministério Público, que há tempos vem em trâmite aqui na Câmara. Passou pelo Jô, pelo Chico e agora chegou em mim. Hoje, nós estamos fazendo essa reforma. Já fizemos um pré-ajuste com o MP, estamos lendo o texto do projeto e vamos votar isso no dia 10. E aí, entrando em vigor, faremos as reestruturações necessárias, que precisam ser feitas”, afirmou o presidente da Casa.

O texto do projeto, lido na íntegra durante a sessão, estipula a extinção de uma série de cargos e diminuição tanto do número de funcionários da Casa, em si, quanto particulares dos vereadores.

“Nós [Câmara] entramos em um consenso de que seria necessário, também, economizarmos o dinheiro público. 

Então, estamos enxugando a máquina para poder readequar. Não é só a prefeitura que precisa economizar, pois o prefeito também está tomando algumas providências, mas nós também temos que fazer a nossa parte”, falou o vereador Dr. Junior Munhoz (PRP). “Com essas mudanças, nós sofreremos um pouco, porque vamos perder mão-de-obra. Um vereador precisa de gente trabalhando junto. 

Eu mesmo tenho quatro funcionários que eu pago com o meu dinheiro para poder complementar o serviço dentro do gabinete, mas nós temos que fazer a nossa parte nessa reforma”, completou o legislador.

No entanto, o presidente da Câmara crê que essas mudanças não afetarão o trabalho realizado pela Casa e prevê que a reforma não deve ter reflexos visíveis.

“O trabalho da Câmara não será afetado. São mudanças que extinguirão alguns cargos administrativos e de gabinetes dos vereadores, mas para a Casa, a perda será pequena. Até porque eu também tenho que fazer uma redução na folha de pagamento para nos adequarmos e abrir um concurso, que será realizado ainda esse ano”, analisou Carlinhos.

Em relação ao trabalho que ele deverá realizar durante o ano, o novo presidente da Câmara vislumbra bons dias e não teme os desafios que podem aparecer no percurso, segundo ele.

“Eu vejo que 2015 será um ano tranquilo e a Casa fará o que tem de disponível. Vamos trabalhar muito em prol da população de Barueri. Planejamento é o segredo de um bom gestor. 

Serei combativo à irresponsabilidades para zelar pela imagem da Câmara, dos vereadores e dos funcionários. Esse será o grande desafio”, finalizou Carlinhos, demonstrando otimismo.
As informações são do jornal folha de Alphaville