Cenipa ainda não tem conclusões sobre causas do acidente que matou Campos


A investigação conduzida pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) descartou incêndio em voo, colisão com drone, ave ou outro objeto no ar como causa do acidente que matou Eduardo Campos e outras seis pessoas no dia 13 de agosto de 2014.
A Aeronáutica acaba de concluir a fase de coleta de dados e, segundo o chefe do Cenipa, brigadeiro do Ar Dilton José Schuck, "não há qualquer conclusão factível" sobre as causas do acidente ainda. "Nenhuma hipótese foi concluída", afirmou Schuck.