Anderson Silva diz que volta às lutas não aumenta tensão: "é igual sempre"


De volta ao UFC um ano após quebrar a perna, Anderson Silva descartou ficar mais tenso em seu retorno. Segundo o ex-campeão dos médios, em Las Vegas, essa luta o deixa tenso da mesma forma que nos outros eventos.

"Não faz diferença nenhuma para mim estar aqui disputando o cinturão ou não. É uma luta como qualquer outra, eu preciso vencer como qualquer outra. Prefiro não pensar se vale cinturão ou não. O que aproveito é a experiência e a bagagem que eu tenho desse tempo todo. Estou nervoso igual e como sempre. A tensão é mesma", disse.

"Vou lutar para fazer o que gosto. É a competição que me move estar aqui", completou.


Questionado sobre o atraso de Nick Dias, seu adversário, para chegar em Las Vegas, o brasileiro avisou que isso não mudou nada para ele.

"Não quero saber se o Nick Dias chegou atrasado ou não. Sabia que ele viria para a luta é só isso me importa", finalizou.

Anderson também não tirou o sorriso do rosto em nenhum momento e previu uma grande luta no UFC 183 deste sábado. "Nick tem um grande jogo em pé, um ótimo boxe, um jiu-jítsu mais ou menos, por isso acredito que será uma grande luta. Estou feliz, depois de um ano fora, voltando agora. Estou contente."