Saúde é tema de novos projetos nas cidades da região


Policlínica, moradia popular e quixopraxia na rede pública foram assuntos debatidos

A sessão da Câmara dos Vereadores de Barueri foi movimentada na última terça-feira (3). Quatro vereadores apresentaram propostas. Ganhou destaque a do presidente da Câmara e vereador Chico Vilela (PTB) de criar uma campanha de combate e prevenção à obesidade infantil.
O projeto traz dados importantes como, por exemplo, que cerca de 15% das crianças e 8% dos adolescentes continuam obesos na fase adulta. Além disso, foi constatado o aumento em cinco vezes do número de jovens acima do peso, o que representa 6,5 milhões de pessoas.
"A obesidade não é mais apenas um problema estético, que incomoda por causa dos colegas. O excesso de peso pode provocar o surgimento de vários problemas de saúde, como diabetes, doenças cardíacas e má formação óssea", relatou Vilela.
Ainda no âmbito da saúde, o vereador Silvio Macedo (PPS) propôs acrescentar quiropraxistas na rede municipal. Quiropraxia é uma técnica de medicina complementar que utiliza técnicas manuais, orienta os hábitos do paciente, ensina técnicas de postura e prescreve exercícios específicos para cada caso. 
"Percebo uma carência na área de profissionais da saúde e principalmente em medicina complementar. Acredito que ajudaria muitos pacientes de Barueri, que sofrem com problemas posturais, articulações e também sistema nervoso", complementou Macedo.
Já a vereadora Maria Evangelista (DEM) pediu a construção de uma policlínica no Jardim Mutinga. O bairro foi selecionado, pois proporcionaria o atendimento de moradores de outras regiões como Parque Imperial e Jardim Santa Cecília. A vereadora explicou que a rede já existente na cidade está saturada perante a demanda atual.
"Temos uma UBS e um pronto socorro nas imediações. Mas o PS precisa de reforma, porque atualmente sofre com a falta de espaço físico." Essa Policlínica vai atender a uma boa parte da população daquela região e vai ajudar a descentralizar o atendimento especializado", explicou Maria Evangelista.
Também foram discutidas questões relacionadas à moradia popular. O vereador Tarzan (PMDB) comentou sobre a necessidade de construir um conjunto habitacional na Aldeia de Barueri. Ele ressaltou a demanda da população e a concessão de privilégio aos moradores mais antigos do bairro.
"Moro há 60 anos na Aldeia e vejo de perto o sofrimento daqueles que não têm onde morar. A população que vive em um bairro histórico como este merece moradia digna, sem ter que pagar aluguel", argumentou Tarzan.