Justiça marca para 1º de dezembro nova eleição em Santana de Parnaíba


O TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral) divulgou, nesta sexta-feira, 4, a data para a realização da eleição suplementar de Santana de Parnaíba. O novo pleito foi agendado para o dia 1º de dezembro. O TRE acolheu decisão do juiz eleitoral da 386ª zona de Barueri, Raul de Aguiar, que havia optado por nova eleição.

Os moradores de Parnaíba viviam a expectativa pela data desde maio, quando o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu impugnar a candidatura de Marmo Cezar (PSDB), eleito prefeito, em 2012, com 51,63% dos votos válidos.


O TSE seguiu apontamentos do TCE (Tribunal de Contas do Estado) que acusou Marmo Cezar de ter pago, de forma irregular, despesas de oito vereadores no valor de R$5 mil durante o Congresso Estadual de Municípios, no Guarujá (SP), no ano 2000, quando era presidente da Câmara Municipal. 


A decisão do TSE foi encaminhada ao juiz eleitoral de Barueri que, por norma, fez a retotalização dos votos de 2012 e decidiu por uma nova eleição em Parnaíba. Na mesma decisão, Raul de Aguiar determinou o afastamento de Marmo Cezar da prefeitura. Desde então, o presidente da Câmara Municipal e filho do prefeito afastado, Elvis Cezar, assumiu o cargo interinamente. 


O TRE deve divulgar, até a próxima segunda-feira, resolução com as regras para a eleição suplementar. Tal resolução apontará as convenções partidárias, o prazo para o registro das candidaturas, bem como o período para realização das campanhas eleitorais.