Grêmio Barueri é rebaixado para a série D do Campeonato Brasileiro


A última rodada da fase de classificação da série C do Campeonato Brasileiro confirmou o que vinha se desenhando desde o início da competição para o Grêmio Barueri. Após passar raríssimas rodadas fora da zona de degola, o time foi rebaixado.


A equipe até que fez a sua parte nesse finalzinho de competição, vencendo o Madureira, na Arena, por 2 a 0, no sábado. Mas ainda dependia de uma combinação de resultados para se salvar, com derrotas de seus concorrentes diretos, o Duque de Caxias-RJ e o Crac-GO. Como os goianos empataram e os cariocas venceram, não houve qualquer chance da equipe barueriense seguir na série C.
O Grêmio Barueri se despediu da competição na lanterna do Grupo B, com 17 pontos conquistados em 18 jogos. E agora está no degrau mais baixo do futebol brasileiro.

Como as partidas aconteceram simultaneamente, o jogo na Arena foi um verdadeiro teste de nervos para a torcida do Barueri. Sem criar qualquer chance de gols, os donos da casa tiveram um pênalti marcado contra, aos 19 minutos, quando lateral-esquerdo Paulinho Oliveira derrubou Luiz Paulo, na área. Mas o goleiro Márcio fez a defesa e “salvou” a equipe, que a partir daí passou a ficar mais ofensiva. O primeiro gol saiu aos 38, em cobrança de escanteio, que encontrou a cabeça de Maurício Leal para abrir o placar.

Aos 15 minutos do segundo tempo, quando os altos falantes do estádio anunciaram gol do Guarani sobre o Crac, o que ajudaria a salvar o time, veio nova onda ofensiva e o Grêmio Barueri ampliou com o zagueiro Rafael Araújo, também de cabeça. 
A comemoração, o entanto, durou pouco. O Crac, na outra partida, igualou o placar diante do Guarani e o Duque de Caxias venceu o Caxias, resultados que rebaixaram o Grêmio Barueri.

Classificação final do Grupo 1

Time Pontos
Macaé 31
Vila Nova 29
Caxias 29
Betim 28
Mogi Mirim 27
Guarani 24
Duque de Caxias 19
Madureira 19
Crac 17
Grêmio Barueri 17

O rebaixamento à série D do Campeonato Brasileiro foi o segundo consecutivo do Grêmio Barueri na competição. Em 2012, após outra campanha sofrível, o time caiu da série B para a série C. No Paulista, as coisas também não andam bem. Em 2014, a equipe vai disputar a série A-2, na qual só se segurou, no ano passado, na última rodada, após passar o torneio todo lutando contra o rebaixamento.

Com esses resultados, fica difícil lembrar que o time, criado em 1989, já esteve na elite do futebol. Em 2001, estreou no futebol profissional disputando o Campeonato Paulista - Série B-3 e emendando oito acessos - cinco no futebol paulista, uma na Copa Federação Paulista para Série C e 2 nos Campeonatos Brasileiros das Séries C e B - sendo sete deles consecutivos.

Em 2005, foi Campeão Paulista da Série A3 e, em 2006, da A-2, garantindo acesso para a série A-1. Além disso, ficou em 4º lugar no Brasileiro Série C, subindo para a Série B. Em 2008, outro resultado expressivo: quarta posição na Série B do Brasileiro, conquistando vaga para a série A1. Em 2009, em sua primeira participação na elite do futebol nacional, conquistou a 11ª posição, classificando-se para disputa da Copa Sulamericana em 2010, ano em que também conquistou a 3º colocação do Campeonato Paulista.

No final de 2009, veio a polêmica mudança do time para Presidente Prudente, marcada pelo descenso no Paulista e pela volta, em 2010, para sua cidade de origem. Mas, a partir daí, a equipe só foi ladeira abaixo.

O rebaixamento à série D do Campeonato Brasileiro foi o segundo consecutivo do Grêmio Barueri na competição. Em 2012, após outra campanha sofrível, o time caiu da série B para a série C. No Paulista, as coisas também não andam bem. Em 2014, a equipe vai disputar a série A-2, na qual só se segurou, no ano passado, na última rodada, após passar o torneio todo lutando contra o rebaixamento.


Fonte:Diario de Osasco