Bidu deixa ninho tucano e cai na graça do PROS


Insatisfeito com o PSDB, o vereador Bidu, de Barueri, revelou ao Diário da Região que deixa o partido para ingressar no PROS. A decisão veio devido ao desgaste do parlamentar com a legenda, e destacou a falta de consideração dos tucanos.


Segundo ele, não houve convites para participação nos congressos e convenções partidárias no município, levando em conta que ele era o único representante da legenda na Câmara Municipal. “Achei que eu tinha que o partido tinha que ter uma preocupação a mais e um pouco de consideração”, lamenta-se.

O descontentamento com o partido já vinha meses atrás quando Bidu optou por aderir à criação da Rede Sustentabilidade, partido da ex-ministra Marina Silva que, por sua vez, não conseguiu homologação a tempo para que candidatos disputassem o pleito do próximo ano. O vereador foi responsável pela coleta de assinaturas em Barueri e captou, segundo ele mesmo informou, cerca de 600. No entanto, a decepção com o projeto veio quando Marina se filiou ao PSB para obter legenda nas próximas eleições. “Eu já fui para o PSB, sei como o partido é. Não gostei, e ela (Marina) perdeu um apoio.

 Eu aprovaria se ela ficasse em outro partido que fosse menos desviado da parte ambiental. Fui do PSB e não tinha nada. Infelizmente, não apoio mais a Marina. Mesmo que saia a Rede Sustentabilidade, eu não vou mais”, avisa.

O surgimento do PROS no cenário político foi ideal para que pudesse apresentar suas propostas ligadas à área ambiental, levando em conta que Bidu é biólogo e foi secretário Municipal de Recursos Naturais e Meio Ambiente durante a última gestão de Rubens Furlan. “O PROS é ligado às ações sociais e não tem essa veia do meio ambiente. Como é um partido novo, eu tenho como interceder junto à estadual, e tenho um programa de governo enviado para que eu possa trabalhar junto à presidência”, explicou


Webdiario