Barueri terá programa educacional



Na sessão da Câmara dos Vereadores de Barueri da terça-feira (8), os parlamentares aprovaram o projeto de resolução que institui o Programa de Incentivo à Educação (Prined) e fizeram indicações de importância para o município como mais rigor na autorização de realização de obras.
O Primed prevê a disponibilização de conteúdos de pesquisa que poderão ser acessados pela internet, de qualquer parte do mundo. De acordo com o projeto, o material didático terá formatos de videoaula online e livros digitais. “A intenção é estimular a pesquisa por meio de uma ferramenta moderna, proporcionando ao público o acesso ao conteúdo educacional diferenciado, abrangendo diversas áreas do conhecimento em diferentes níveis, para maior crescimento pessoal e profissional”, argumentou o presidente da Câmara, vereador Chico Vilela (PTB).
Na mesma sessão, o vereador Fabião (PC do B) apresentou uma indicação ao Poder Executivo propondo a realização de estudos que garantam maior rigor nos processos de aprovação de projetos para a execução de obras, com o objetivo de minimizar os impactos que as novas edificações trazem ao sistema viário de Barueri. “Empreendimentos de grande porte, tais como estádios, shoppings centers, universidades, ginásios esportivos e supermercados constituem-se polos geradores de tráfego, que causam, com certa frequência, impactos indesejáveis na fluidez e segurança do trânsito”, explicou o vereador, que também se mostrou preocupado com o impacto ambiental provocado por novos empreendimentos, como o aumento dos níveis de poluição.
Outro vereador que fez uma interessante indicação foi Celso Calegare (PDT). Ele propôs o fornecimento de café da manhã para pacientes que realizam exames na rede de saúde em Barueri.
De acordo com o vereador, o jejum exigido dos pacientes para a realização de exames é de várias horas. E nos postos que fazem a coleta não é servido qualquer alimento após a realização do exame.
“Várias pessoas têm dificuldades em passar tanto tempo sem se alimentar, principalmente idodos, crianças, pessoas que são diabéticas e até mesmo aquelas que sofrem de hipoglicema”, disse.
Palestra
Seguindo o cumprimento da Lei 2.166/12, de autoria do vereador Miguel de Lima (PDT) que insere o Dia do Nascituro – Direito de Nascer no calendário municipal de Barueri, os vereadores promoveram palestra para discutir o assunto na quarta-feira (9).
Maicel Titto, vice-presidente da OAB/Barueri, falou sobre o direito civil do nascimento e elogiou a lei que institui o dia – 8 de outubro. “Somente conhecendo o direito à vida é que se adquire o direito à dignidade”, comentou.

F.A