‘Salveiro do PCC’ é detido pela PM em Barueri com mensagens dos presídios


A Polícia Militar prendeu em Barueri, no início da madrugada de ontem, um importante integrante do PCC (Primeiro Comando da Capital) que atuava como o “salveiro” da região e mantinha uma refinaria de drogas em sua casa. 

Com ele foram encontradas cartas com mensagens que partiram de dentro dos presídios, diversos celulares e cerca de 2 quilos de drogas.

As equipes de Força Tática do 20º BPM/M chegaram até o suspeito depois de receber denúncia anônima sobre o funcionamento de uma refinaria de entorpecentes em uma casa situada na rua Porchat, no Jardim Belval, próximo à Arena Barueri.

Ao chegar no local indicado, os policiais tiveram que arrombar a porta da residência e encontraram sentado na cama um jovem de 24 anos, que não ofereceu nenhuma resistência. 


O homem confessou integrar o PCC e disse que atuava no Comando como o que chamam de “salveiro” ou “sintonia geral”, uma espécie de mensageiro da facção, considerada uma das mais importantes funções entre os integrantes que estão em liberdade. 

Ele informou ser responsável por receber as ligações de dentro dos presídios nos celulares apreendidos, transcrevê-las e retransmiti-las para outros membros da facção. Essas cartas continham a doutrina e a linha de conduta que devem ser seguidas pelos integrantes do Comando. 

Além disso, a polícia encontrou um caderno com mensagens de membros da facção apontando os integrantes que devem nas biqueiras e indicando nomes de suspeitos que saíram da cadeia e que teriam autorização do PCC para abrir bocas de comercialização de drogas.

Também foram apreendidos na residência cerca de dois quilos de entorpecentes entre pasta base de cocaína e crack, além de diversos utensílios utilizados para o refino da droga, como liquidificadores para misturar o entorpecente, peneiras, balança de precisão, pinos vazios para embalar a droga, dinheiro, além de diversos aparelhos celulares e grande quantidade de munição calibre .45 de uso restrito.

O suspeito já possuía passagem anterior por tráfico de drogas na região de Cotia e disse ser integrante do PCC desde seus 20 anos Para a polícia, a facção criminosa perdeu um importante membro da organização, e teve um prejuízo de cerca de R$ 50 mil com a apreensão das drogas. O suspeito foi indiciado por tráfico de drogas e recolhido ao CDP.