Região reduz preço das passagens dos ônibus municipais para R$ 3,00


Redução começa a partir da segunda-feira, 20 de junho. Decisão foi acertada entre sete prefeitos incluindo Osasco, Barueri, Carapicuíba, Itapevi, Jandira, Pirapora e Santana de Parnaíba 

Prefeitos da região Oeste que compõem o Consórcio Regional anunciaram, na manhã de ontem, 20, a redução da tarifa de ônibus para R$ 3. A medida será válida a partir de 24 de junho nas cidades de Barueri, Carapicuíba, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus e Santana de Parnaíba.

O anúncio foi feito na prefeitura de Barueri, na ocasião, os prefeitos assinaram um termo de compromisso para garantir que o preço das passagens de ônibus municipais seja tabelado nessas cidades. A medida atende ao pedido dos manifestantes que sugeriam a passagem pelo preço de R$ 3.
O prefeito de Osasco, Jorge Lapas, que enfrentou 8 mil manifestantes, na quarta-feira, explicou que para a redução das tarifas era necessário criar essa linha de diálogo com os outros prefeitos e com os empresários das empresas de transporte. “Ainda não conversei com os empresários, mas conversando com os prefeitos do consórcio, há uma decisão de chegarmos a R$ 3. Isso fortalece o diálogo com os empresários e fica mais fácil de pressionar as empresas de ônibus”, explica o osasquense. 
A iniciativa do consórcio atende as dezenas de manifestações ocorridas pelo país e refletem o anseio popular, como avaliou o prefeito de Barueri, Gil Arantes. Ele ressalta que os municípios estão no limite e não têm mais o que oferecer para reduzir o preço das passagens. “Cada cidade pode discutir com as empresas sem que haja interferência do consórcio. Esse é problema pessoal de cada município e de como eles vão fazer. Cada prefeito vai ver até onde vai poder chegar. O mais importante é que a decisão é de todos juntos, que vamos assinar um termo de compromisso para redução nos sete municípios”, comenta Gil. 
O consenso dos prefeitos é de que os empresários deverão ser mais flexíveis nas negociações e, embora a redução das tarifas para R$ 3 seja um fato concreto, os empresários do ramo não serão prejudicados, como atesta Marmo Cezar, prefeito de Santana de Parnaíba. “Na verdade, o que vai acontecer com os donos das empresas não é que terão prejuízo, só vão deixar de faturar mais. E isso é um diferencial porque a passagem é muito cara”, admite. 
Para Gê, prefeito de Jandira, a atitude foi uma medida madura dos prefeitos, que puderam iniciar uma linha conjunta de negociações, visto que moradores dos municípios da região transitam também pelas outras cidades. “Cada cidade tem sua realidade. Mas essa atitude dos prefeitos demonstra maturidade e responsabilidade. Os prefeitos ajudam muito nesse momento que o país vive e entendemos que um morador de Jandira, por exemplo, também pega o transporte em Barueri. Essa iniciativa é de bom senso”, frisa. 
Sobre a questão dos ônibus intermunicipais, Jorge Lapas relata que essas tarifas ainda não foram acertadas, mas já há planos para reverter essa situação. “Na outra reunião fizemos um documento pedindo a resolução das tarifas intermunicipais também e já foi encaminhado também”, diz Lapas.