Barueri padroniza táxis para evitar clandestinidade



Pensando em dar mais segurança aos usuários, cidade propõe lei para que carros tenham características vísiveis
 Para padronizar a frota e facilitar sua identificação por parte dos usuários e dos agentes fiscalizadores no município, os táxis de Barueri terão uma pintura específica e serão padronizados com faixas transversais na cor azul e com bandeiras quadriculadas em preto e branco. 
Para esse tipo de transporte, a padronização foi proposta pela prefeitura através da resolução 001/2013 da secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana. Além disso, nos táxis oficiais tem que estar fixado de modo visível ao passageiro: o Condutaxi (curso de conduta exigido por lei no município), no qual constam todas as informações e foto do condutor (também na língua inglesa para facilitar a mobilidade de turistas na região), coibindo assim, os veículos clandestinos que tentam angariar passageiros dentro do município.
A resolução está em vigor desde 11 de abril e há um entendimento com os taxistas para que até 30 de junho todos os veículos estejam padronizados.
A cidade de Barueri possui atualmente uma frota de 165 táxis. 
Só em Alphaville são 55. De acordo com a lei municipal 2.068, a cada cinco anos é avaliado o número de táxis para a prestação do serviço, observando no mínimo a proporção de um táxi para cada 2.500 habitantes (o que hoje resultaria o mínimo de 96 táxis). Como a lei é de 2011, a próxima verificação será em 2016.
Somente os táxis credenciados pela prefeitura de Barueri estão autorizados a transportar passageiros dentro do município, seja qual for o destino. 
Além das placas vermelhas, que caracterizam os veículos de aluguel, atualmente o cidadão pode reconhecer os táxis regularizados em Barueri através da inscrição “DTP” (acompanhada de um numeral de identificação), grafada na parte de trás e na lateral do automóvel. 
Conforme a legislação vigente no município, os carros são modelos de quatro portas, com direção hidráulica, ar condicionado, motor de no mínimo 1,4 litro e no máximo quatro anos de fabricação – os taxímetros são aferidos e lacrados pelo Ipem (Instituto de Pesos e Medidas).
O preço das corridas em Barueri é regulamentado por decreto municipal. A bandeirada (valor fixo acrescido em todas as corridas) tem o valor de R$ 3,90; cada quilômetro rodado na bandeira 1 (de segunda a sábado, das 6h às 20h) custa R$ 3,25; e na bandeira 2 (de segunda a sábado, das 20h às 6h, e domingos e feriados) sai por R$ 3,35. 
 F.A