Recursos do PAC 2 irão financiar implantação da Via Norte em Osasco



Osasco foi incluída entre as cidades que serão beneficiadas com recursos do PAC 2 (segunda etapa do Plano de Aceleração do Crescimento) para obras de mobilidade urbana, pavimentação e saneamento.

O anúncio foi feito pelo prefeito Jorge Lapas, que participou em Brasília, na última quarta-feira de um encontro com a presidenta Dilma Rousseff, da qual fizeram parte prefeitos das 50 maiores cidades brasileiras e governadores.

Segundo ele, a cidade vai receber R$37 milhões. Os recursos serão usados na pavimentação de todas as ruas do Jardim Três Montanhas e na implementação daVia Norte, um novo viário na região Norte da cidade que será formado a partir de um conjunto de obras: a duplicação das Avenidas Costa e Silva e Bandeirantes e a construção de uma ponte sobre o Braço Morto do rio Tietê, fazendo a ligação até a avenida Brasil e depois seguindo pela avenida Ônix indo até a Rodovia Anhanguera, além da criação da nova ligação viária da avenida Eurico da Cruz, no Jardim Munhoz Jr, até o Jardim Piratininga.

“Foi um dia muito bom para Osasco. Conseguimos a aprovação de recursos para um dos principais desafios em Osasco, que é a mobilidade urbana”, destacou.

Outros recursos também poderão ser destinados à cidade. O governo federal autorizou, até 5 de abril, a apresentação de outros projetos, nas mesmas áreas, para a captação de recursos. Segundo Lapas, Osasco vai levar as propostas para uma nova entrada da cidade e a conclusão da duplicação da Avenida Visconde de Nova Granada, dentre outras obras.

No mesmo dia, em Brasília, o chefe de gabinete do prefeito, Waldyr Ribeiro Filho, se reuniu com a ministra da Cultura, Marta Suplicy, para dar andamento as projetos de construção de Praças de Esporte e Cultura na cidade. As obras, que serão realizadas, no Flamenguinho e no 1º de Maio, estão em fase de licitação. Elas vão reunir espaços para atividades esportivas, de lazer e culturais.