Zagueiro do Barcelona é acusado de roubar carteira de taxista



O jogador do Barcelona Martín Montoya foi acusado por um taxista de Madri de ter supostamente roubado a carteira do condutor. O caso aconteceu em 17 de outubro, às 8h30 da manhã (horário local), durante a concentração do atleta pela seleção espanhola Sub-21, na capital espanhola.

O zagueiro pegou o taxi no Aeroporto de Barajas até o hotel Ritz, no centro de Madri. O taxista sentiu falta da carteira minutos depois e entrou na recepção do hotel em busca do jogador.

O condutor conseguiu o telefone pessoal de Montoya com um integrante da seleção após convencê-lo de que era jogador quem havia esquecido algo no seu carro. Ele ligou para o defensor e deixou uma mensagem de voz indicando que queria recuperar seus pertences.
Em poucos minutos, uma pessoa que se identificou como representante do jogador chamou o taxista para dizer que Montoya poderia devolver o dinheiro, mas não a carteira, e pediu que não comentasse nada com a imprensa. O taxista decidiu prestar queixa de roubo contra Montoya e seu suposto representante pelas ameaças telefônicas.