Urgente: Barueri na mira do TCU (tribunal de contas da união) e ainda poderá sofrer uma auditoria.





O clima na prefeitura do município de Barueri não é nada bom, depois das eleições de 07 de outubro, com a vitória do prefeito eleito Gil Arantes-DEM, principal adversário de prefeito Rubens Furlan do PMDB, uma onda de fatos esquisitos vem acontecendo.

No dia seguinte após a apuração e confirmação do TSE que se deu a vitória de Arantes, muitos cursos, obras, limpeza de rua, e inúmeros serviços municipais foram cortados pela atual administração.

Fato se dá a retaliação aos munícipes por uma derrota politica, e segundo, más línguas do povo, o prefeito Furlan está dando o troco de revolta ás crianças e idosos que não tem nada a ver com o assunto.

E não para por ai, nessa quinta-feira (11/10) vária técnicos do TCU, estiveram na prefeitura e após analise encontraram varias irregularidades, dentre elas, obras, compras e contratos superfaturados.

Em entrevista a nossa redação, técnico fiscal do TCU, que preferiu não se identificar, disse que “a coisa é mais séria do que possa imaginar, a prefeitura não tem verbas nenhuma, porém eles terão que executar várias empresas que tem pendencias com tributos, e corre o risco de sofrer AUDITORIA PÚBLICA”.

Perguntamos ainda o que poderá acontecer, ele nos informou que se apontar caso de superfaturamento nos contratos, corre o risco de alguém pagar um preço muito caro, chegando ao ponto de prisão e intervenção da Policia Federal, já que se trata de verbas da união.

Pelo jeito as coisas podem terminar pior do que está.