Barueri registra 44 casos de meningite com 5 mortes



Casos não foram divulgados à imprensa, Já em Parnaíba, com 8 casos e um óbito, prefeitura optou pela orientação à população por meio dos veículos de comunicação 

Entre janeiro e junho deste ano, Barueri enfrentou um surto de meningite. A Prefeitura, porém, não divulgou à população que a doença, altamente contagiosa, matou cinco pessoas na cidade. No período foram registrados 44 casos, sendo 24 casos bacterianos e 20 virais.

A meningite causa inflamação nas membranas que revestem o cérebro. O inverno é o período mais propício ao surgimento da doença. Os sintomas mais comuns são: dor de cabeça, rigidez na nuca, febre, confusão mental, vômitos, intolerância a sons altos e sonolência.

A doença é transmitida pelo contato da saliva de pessoas doentes com os órgãos respiratórios de pessoas saudáveis. Cinco dias após o contágio, a bactéria se manifesta e a evolução da doença pode levar à morte em menos de 48 horas. Crianças até 6 anos e idosos são mais vulneráveis. Para prevenir a meningite, usam-se vacinas. Depois de contraída, o tratamento é feito por meio de antibióticos. (com redação Jornal Brasil Atual)

Parnaíba alerta população logo após primeiro óbito

Santana de Parnaíba, outra cidade da região Oeste da Grande São Paulo, também enfrenta problemas com a doença, mas a postura da prefeitura foi diferente. Toda a imprensa foi comunicada.
Desde o início deste ano, a cidade contabiliza 8 casos confirmados e um óbito por meningite.
Segundo a prefeitura, embora haja um aumento dos registros no Estado de São Paulo, a situação no município é estável. “Não há motivos para alarde, pois, em comparação a outras localidades, a nossa situação está sob controle e estamos tomando todas as medidas cabíveis e necessárias para evitar o aumento da doença em Parnaíba”, afirma o secretário municipal de Saúde Tales Garcia.

O alerta dado pela Secretaria da Saúde a todos os moradores é para que procurem, imediatamente, as unidades de Pronto Atendimento Médico (PAMs) da cidade em casos de suspeita de meningite.
Segundo o secretário de Parnaíba, em caso de confirmação da doença, a Saúde realiza uma espécie de “bloqueio”, onde é feita uma investigação, por meio de entrevista com todas as pessoas que tiveram contato íntimo com a pessoa infectada, visando conter a sua proliferação.

Em Santana de Parnaíba, desde quando a imunização contra a meningite foi inserida no calendário de vacinas, as crianças com até dois anos de idade têm 100% de cobertura de imunização, segundo a secretaria. Mais informações podem ser obtidas na Vigilância Epidemiológica da cidade, pelo telefone 4622-8850.

Como se prevenir

1) De acordo com o Ministério da Saúde, a principal forma de prevenção da meningite é a detecção e o tratamento precoce dos casos, evitando que seja transmitida a outras pessoas.

2) Outro modo de proteção é evitar aglomerações, manter os ambientes ventilados e a higiene ambiental.

3) Desde 2010, alguns tipos de meningite estão sendo prevenidos com a aplicação de vacinas contra a doença nas crianças com até de dois anos de idade.

Sintomas

Dor de cabeça
Rigidez na nuca
Febre alta
Confusão mental
Vômitos
Intolerância a sons altos
Sonolência

Fonte:Webdiario