Emidio quer que Furlan prove acusação de sociedade com Gil


      

“Se confirmar, vou processá-lo. Se não confirmar, vai ter que se retratar”, afirma o prefeito de Osasco sobre frase, dita por Furlan, de que ele e o deputado estadual teriam envolvimento na compra do terreno 



O prefeito de Osasco, Emidio de Souza (PT) está interpelando judicialmente o prefeito de Barueri, Rubens Furlan (PMDB), a respeito de acusações envolvendo seu suposto envolvimento em transações comerciais com o deputado estadual Gil Arantes (DEM), desafeto político de Furlan e pré-candidato a prefeito de Barueri.

Em fevereiro deste ano, durante uma entrevista coletiva, ao ser questionado sobre um eventual apoio de Emidio à candidatura de Gil na cidade, Furlan disparou: “O deputado Gil Arantes tem apoio do prefeito de Osasco, Emidio de Souza, porque eles têm negócios juntos. Os dois compraram aquela área do Exército. Pagaram muito barato e vão vender muito caro”.

Na última quarta-feira, após evento de posse dos novos secretários da Saúde e de Governo, Emidio anunciou, em entrevista, que a intenção, com a interpelação judicial, é de que Furlan confirme essa acusação em juízo. Esse seria o passo inicial de uma ação que pode resultar em um processo contra Furlan. “Se ele confirmar, vou processá-lo. Se não confirmar, vai ter que se retratar”, afirmou Emidio.

Emidio quer quer Furlan confirme a acusação em juízo



Webdiario