Restrição à circulação de caminhões começa a vigorar em Osasco




Desde segunda-feira, 9, está em vigor, na cidade de Osasco, o decreto que restringe a circulação de veículos pesados na cidade.

Fruto de uma ampla discussão entre a Prefeitura de Osasco e setores da Indústria e de Transportes, dentre outros segmentos da sociedade civil organizada, o principal objetivo da medida é garantir melhor fluidez ao trânsito nos principais corredores viários do município. Para isso, estudo elaborado pela Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana dividiu a cidade em duas grandes áreas, na qual a circulação de caminhões tem, a partir de agora, horários específicos.


No chamado "centro expandido", que forma a zona máxima de restrição de circulação (ZMRC), o tráfego desse tipo de veículo está proibido das 5h às 21h, de segunda à sexta-feira, e das 10h às 14h, aos sábados. Já os principais corredores viários da cidade formam as Vias Estruturais Restritas (VER), onde a circulação fica proibida nos horários de pico da manhã, das 7 às 9 horas, e da tarde, das 17 às 19 horas, de segunda a sexta-feira.


Estão isentos da restrição os veículos de Carga de Pequeno Porte (VCPP), cujas dimensões não ultrapassem 7,20 metros de comprimento por 2,30 metros de largura; e ainda caminhões que prestam serviços essenciais, de emergência, socorro mecânico e guincho, cobertura jornalística, obras de emergência, Correios e serviços emergenciais de sinalização de trânsito.
Além disso, poderão circular na Zona de Máxima Restrição de Circulação (ZMRC), mas respeitando os horários de restrição das Vias Estruturais Restritas (VER), e desde que cadastrados e autorizados pela Secretaria de Transportes e da Mobilidade Urbana, os caminhões prestadores de serviços de mudanças e feiras livres.
A restrição faz parte de uma série de medidas que está sendo adotada pela Prefeitura de Osasco para garantir melhor fluidez no trânsito e também qualidade de vida à população.
Elas são necessárias porque a cidade acumula um aumento de 91% na frota de veículos entre 2002 e 2010, passando de 160 mil para 340 mil veículos emplacados na cidade nesse intervalo. Esse volume corresponde à 9ª maior frota do Estado de São Paulo e que inclui cerca de 20 mil caminhões.


Ainda quanto à circulação de veículos pesados, Osasco tem seu território cortado pelas rodovias Anhanguera, Castelo Branco, Raposo Tavares e pelo trecho Oeste do Rodoanel, o que a transforma em um polo atrativo de empresas de logística e, consequentemente, de grande fluxo de caminhões.
A integra do decreto 10.676, de 7 de março de 2012, contendo as vias de interdição pode ser obtida no site www.osasco.sp.gov.br/imprensaoficial.