Gil propõe unificar os cartões de transporte



Atualmente cidades adotam diferentes sistemas digitais de bilhete que atrapalham quem se desloca pela região metropolitana


O deputado estadual Gil Arantes (DEM) apresentou uma proposta ao governo do Estado para unificar o cartão ou o sistema de cartões utilizados na rede de transportes públicos da região metropolitana. A medida simplificaria a vida de milhares de cidadãos e trabalhadores que dependem da malha de ônibus e trens.

Um morador de Barueri, que trabalhe nas imediações do Parque Anhembi na Capital e tenha parte de sua família em Osasco, poderia carregar no bolso nada menos que quatro cartões para seu transporte (Bem Fácil, BOM, BEM e o Bilhete Único).

Além da complicação para carregar todos os cartões, ainda há o transtorno de se submeter a processos diferentes adotados em cada localidade para obtê-los. Pensando nisso, Gil Arantes avalia que é possível unificar os cartões ou mesmo adotar um sistema integrado que não atrapalharia as empresas que fornecem os bilhetes municipais.

Um exemplo é o próprio sistema de cartões de crédito e débito que, independentemente da bandeira utilizada, são utilizáveis nas diferentes máquinas de cobrança existentes em estabelecimentos comerciais. “Num mundo tão informatizado e globalizado é possível imaginar uma solução prática, simples e funcional”, ressalta o deputado estadual.