Furlan chama Agnério de ‘palhaço’ durante sessão




O clima esquentou mais ainda na sessão da última terça-feira, dia 10, na Câmara Municipal de Barueri, quando começou o bate-boca entre os vereadores da situação e oposição envolvendo a votação de dois requerimentos encaminhados pelos vereadores Luiz Carlos de Souza (Luizinho) e Marco Antonio de Oliveira (Bidu).

Eles ocupavam cargos na Administração Municipal, sendo secretários de Indústria, Comércio e Trabalho e de Recursos Naturais e Meio Ambiente, respectivamente, e deixaram o cargo no último dia 3, em cumprimento à legislação eleitoral, que obriga a desincompatilização de cursos públicos de funcionários que quiserem disputar as eleições de outubro.

O problema é que, ao invés de retornarem ao Legislativo, enviaram à Câmara um requerimento pedindo licença do cargo por 120 dias, que deveria ser votado na própria sessão. 

O vereador Agnério Néri (PT) não concordou com o requerimento, por entender que eles deveriam, primeiro, ter retomado a cadeira de vereadores para depois pedirem a licença.

Ele alegou ainda que Nilton Humberto Melão (PHS) e Marcos de Castro Schuler (PSC), que ocupava suas vagas durante o período em que foram secretários, deveriam ter retornado à suplência e não poderiam participar dessa votação. “Barueri tem 14 vereadores e não 16. Como Melão e Schuler estão aqui como vereadores e participaram das votações dos requerimentos anteriores, entendo que esta sessão deveria ser anulada”, disse.

Já o presidente da Câmara, vereador Josué Pereira Silva (PV), afirmou que esse procedimento não seria necessário, mas pediu que os vereadores Melão e Schuler não participassem da votação do requerimento de licença. Após quase uma hora de bate-boca, ele foi aprovado por 6 votos a favor e 5 abstenções.

Um novo bate boca teve seqüência, com Agnério pedindo novamente a anulação da sessão. Sua atitude foi aplaudida pela plateia, mas o vereador acabou sendo chamado de “palhaço” pelo vereador Antonio Furlan (PMDB). “Estamos enfrentado uma barreira muito forte na oposição. Não tem nada errado com os requerimentos aprovados. Estão transformando esta Casa em um circo e o vereador Agnério Neri Ferreira faz as palhaçadas dele e é aplaudido nesse papel de palhaço”, disse.


fonte:webdiario