Barueri terá dia municipal da não violência animal




A Câmara de Barueri aprovou, na sessão ordinária realizada na última terça-feira, o projeto de lei 10/2012, de autoria do vereador Antonio Carlos Marques (PDT), que institui a criação do dia municipal pelo fim da crueldade animal.

A proposta só não foi aprovada por unanimidade porque o vereador Jânio Gonçalves (PMDB) se posicionou contra, por acreditar que o projeto é uma estratégia eleitoral do autor. “Esse assunto é muito sério. Quero saber se o autor dessa lei já pegou algum animal maltratado na rua, ou se o projeto não é uma média por estarmos em ano eleitoral", questionou Jânio Gonçalves.

Favorável à criação do dia da não violência animal, o vereador Miguel de Lima (PDT) discordou da opinião de Jânio Gonçalves, e parabenizou o autor do projeto. "Não concordo com o vereador Jânio quando ele pergunta se o senhor já pegou algum animal na rua. Entendo que, para cuidar de animais e fazer leis que os protejam, não é necessário ter pego algum animal na rua. Basta ter bom senso”, declarou Miguel de Lima.

Agnério Neri Ferreira (PT) também votou à favor da proposta e lembrou de um caso pessoal. “Um dia minha esposa andava pelas ruas do Jardim Belval e viu um gato todo sujo de gracha. Ele não pesava nem duzentas gramas. Ela pegou esse gato, levou para o veterinário, e cuidou dele. Hoje ele é uma grande alegria em minha casa”, destacou Agnério Neri.

webdiario