Eleições na igreja Quandragular



Pastor Orides Manoel da igreja Quadrangular de Vila Barros em Barueri-SP,declara apoio á Waldir Agnello,

  

A  Igreja do Evangelho Quadrangular é uma tradicional denominação evangélica brasileira que realiza eleições entre os membros para definir sua diretoria, e esse ano, entre os que disputam a eleição, está o pastor Waldir Agnello, que tem todo apoio do então superintendente do setor de Vila Barros em Barueri,o pastor Orides Manoel,que vem declarando abertamente total apoio ao candidato Waldir Agnello,pessoas ligadas ao pastor Orides essa é uma eleição onde o pastor dará o máximo,ele acredita que mudanças faz parte do cenário politico brasileiro,e que dentro das igrejas isso não é diferente,Waldir Agnello é 1º Vice-Presidente do CED- SP, membro da igreja desde 1977, e que já ocupou cargos administrativos na denominação, em todos os níveis.
Profissionalmente o pastor ,mais nunca pastoreou uma igreja, é professor no curso de pós-graduação da FGV-SP e consultor empresarial, além de membro da diretoria da Sociedade Bíblica do Brasil e do Conselho de Pastores e Ministros. Também já foi deputado estadual por dois mandatos em São Paulo.
Na entrevista concedida ao Gospel news, o pastor fala sobre sua trajetória na igreja, destacando seu envolvimento com os bastidores da denominação, presença da Quadrangular na mídia, obras sociais e as polêmicas judiciais envolvendo a igreja.

Para o pastor, a Igreja do Evangelho Quadrangular precisa continuar crescendo e acompanhar o aumento da população brasileira; e em relação às obras sociais, o papel das igrejas é contribuir com a sociedade.
Entre as observações que faz, o pastor deixa claro que a transparência na administração das igrejas deve ser algo buscado sempre, a fim de evitar escândalos. 

Hoje atualmente o presidente das igrejas Quadrangular é Mario de Oliveira que acostumou-se desde cedo a assumir responsabilidades de adulto, juntamente com seu irmão, Antônio Genaro, teve que trabalhar pesado para ajudar sua mãe nas despesas, pois eles estavam sozinhos. Uma mãe e cinco filhos para criar. Mas o trabalho nunca os assustou, sempre com ânimo e coragem para continuar, mesmo levando uma vida difícil e com tão poucos recursos. Os anos se passaram e muitas dificuldades foram enfrentadas, mas, como sabemos, o pastor Mário se entregou ao ministério do Senhor e se doou ao serviço da obra. As idas e vindas da “cruzada” foram feitas com determinação, muito trabalho e esforço agora é esperar para ver.