Justiça bloqueia 30% do salário de prefeito de Bebedouro (SP)



A Justiça determinou hoje o bloqueio de 30% do salário do prefeito de Bebedouro (381 km de São Paulo), João Batista Bianchini (PTB). O pedido foi feito pelo Ministério Público para garantir o pagamento de uma multa imposta à prefeitura por não dar publicidade adequada a seus gastos.
Em outubro do ano passado, a Promotoria obteve liminar que obrigava a Prefeitura de Bebedouro a informar a jornada de trabalho e a remuneração dos servidores no Portal da Transparência, disponível no site da administração. Uma multa de R$ 10 mil diários havia sido fixada em caso de descumprimento.
O bloqueio do salário de Bianchini será mantido até atingir o valor de R$ 750 mil, relativos a 75 dias de multa. Em seu pedido, o promotor Herbert Wylliam Vitor de Souza Oliveira argumenta que o prefeito "tem pleno controle acerca de quais dados serão ou não disponibilizados" no portal, o que demonstraria "deliberada intenção de descumprir a ordem judicial".