Região Oeste fecha ano com 1796 casos de dengue, número recorde


Número é o maior dos últimos três anos e supera em quase três vezes o total de 2010. Cidades recebem verba extra para combate à doença em 2012 


A região Oeste registrou, em 2011, recorde de casos de dengue. Em todo o ano passado, foram contabilizados, nas 8 cidades dessa área, 1796 registros confirmados, sendo 1633 autóctones (adquiridos nos próprios municípios) e 163 importados, maior volume dos últimos três anos. Em 2010, foram 589 registros e, em 2009, 127.

Osasco liderou o ranking do ano passado com 699 casos autóctones, seguido por Parnaíba, com 304 e Carapicuíba, com 221. Na seqüência, quase empatadas, aparecem Pirapora do Bom Jesus, com 141, e Cotia, com 139. Em Itapevi, foram contabilizados outros 82 registros, enquanto Barueri teve 49 e Jandira, 28.

Independente do total de registros em 2011, o Ministério da Saúde autorizou, no início de janeiro, a liberação de recursos extras para Osasco, Barueri, Jandira e Itapevi reforçarem as ações de combate à doença em 2012.

O projeto envolve, ao todo, R$11 milhões, distribuídos a 1.159 cidades brasileiras, para planos municipais que visam manter a doença sob controle. E, para a região, foram destinados cerca de R$760 mil. Desse total, uma fatia de R$400 mil vai financiar projetos de Osasco. Outros 144,6 mil vão para Itapevi e R$137,4 mil para Barueri, enquanto Jandira vai receber R$81,8 mil. As ações foram selecionadas a partir de indicações feitas pelas próprias prefeituras.

Ações de combate serão reforçadas com R$11 milhões em 4 cidades