Motoristas abusam e param em todo lugar





A faixa amarela e a placa de sinalização indicando que é proibido estacionar não são suficientes para inibir os motoristas de cometerem infrações na alameda Mamoré, em Alphaville. Diariamente, vários veículos estão estacionados no local proibido.
Embora o Demutran (Departamento Municipal de Trânsito) mantenha fiscalização intensa no bairro, autuando, em sua maioria, os motoristas que estacionam de forma indevida, a medida não inibe a prática e, pior, coloca em risco os demais motoristas. “Você emprega uma certa velocidade na via e, quando menos espera, encontra carros estacionados, afunilando a via e próximo a uma curva. Quase não consigo impedir a colisão”, disse a moradora Eunice Guerreiro, 42 anos. 
No ano passado, a mesma irregularidade ganhou destaque no grupo “Alphaville Sustentável” na rede social Facebook. Os membros, moradores de Alphaville e Tamboré, lembraram que ali são duas faixas e quem transita pela direita corre o risco de acidentes. 
Ali, no sentido de quem sai do Alphaville Residencial Zero para o Alphaville Tênis Clube, não é o único ponto crítico do bairro. Entre as alamedas Araguaia e Amazonas, uma pequena viela, que deveria atender pedestres, foi transformada em estacionamento para motos. Os pedestres estão dividindo espaço com as motocicletas. 
Na alameda Araguaia, praticamente em frente a Delegacia de Polícia, o pedestre perde a calçada e os motoristas que transitam pelo local, uma parte da faixa de rolagem. Isso porque, é bastante comum ver os veículos estacionados sobre a calçada, colocando em risco os pedestres, que são forçados a dividir a rua com o tráfego intenso.
Para o engenheiro Paulo Henrique, 52 anos, a situação tende a piorar. “São cada vez mais carros no bairro, sem que haja estacionamento apropriado ou mesmo vagas nas ruas para todos. Do jeito que está, só se implantarmos o rodízio de veículos para reduzir a frota nas ruas”, avalia.