Suplicy e Bruna irão apresentar Renda Cidadã em Barueri


O senador Eduardo Suplicy (PT) e a deputada federal Bruna Furlan (PSDB) estarão na Câmara de Barueri nesta sexta-feira, às 16 horas, para apresentar o programa Renda Cidadã. Suplicy é o autor do projeto, e Bruna Furlan é relatora na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados.

O projeto de lei 2.661 institui a linha oficial de pobreza e orienta o governo federal a estabelecer metas para erradicar a pobreza e diminuir as desigualdades sócio-econômicas. Considera-se linha de pobreza o rendimento anual mínimo necessário para que uma família ou pessoa possa suprir suas necessidades vitais.

A meta é reduzir o número de famílias que estejam  vivendo abaixo da linha oficial de pobreza. Esta linha oficial de pobreza deverá orientar planos de ações, diretrizes orçamentárias, programas nacionais e regionais. 
Reduzir desigualdades
O projeto de Suplicy virou lei no ano de 2005. O senador começou a acreditar em programas de renda mínima quando estudou nos Estados Unidos, nos anos 1970. Uma década depois, não teve sucesso na tentativa de convencer a direção do PT a incluir a proposta no programa partidário. O partido era contra políticas compensatórias. Acreditava que o caminho para a justiça social era o pleno emprego.
Suplicy só teve oportunidade de transformar a ideia em proposta concreta quando tomou posse como senador, em 1991. Desde então, travou uma luta solitária para convencer a sociedade de que, além de possível, era necessário e urgente universalizar direitos sociais no Brasil.
“O Brasil é o primeiro país do mundo a ter aprovada pelo Congresso a renda básica de cidadania”, ressalta Suplicy.
A carreira política de Eduardo Suplicy inclui experiência como vereador, deputado estadual, deputado federal e um terceiro mandato como senador. Já Bruna, eleita com 270.661 votos, vem se destacando no Congresso por sua atuação. Em poucos meses de mandato já apresentou nada menos que 11 Projetos de Lei, além de ofícios, requerimentos e indicações. Bruna é relatora do Projeto de Lei 2.661: “Tenho grande admiração pelo senador Eduardo Suplicy e orgulho do Renda Cidadã. Vamos discutir as metas e os prazos para serem atingidas, além de formas de proteger a população mais carente do desemprego”, afirmou.