Emerson tem efeito suspensivo concedido e reforça Corinthians




Horas depois de o atacante Emerson ser punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva(STJD) com um jogo de gancho, o departamento jurídico do Corinthians agiu rapidamente e teve efeito suspensivo concedido, liberando-o para enfrentar o Atlético-PR, em casa, no domingo.
Livre da pena ao menos momentaneamente - haverá um novo julgamento, ainda com data indefinida -, ele será titular. A formação inicial completa é Julio Cesar; Welder, Paulo André, Leandro Castán e Fábio Santos; Paulinho, Ralf e Danilo; Willian, Emerson e Liedson.
Emerson havia sido denunciado no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) - "praticar agressão física" - por pisar no lateral direito Daniel, do Avaí, e estava sujeito a pena de quatro a 12 jogos de suspensão. A defesa, porém, além de obter desqualificação para o artigo 250 - "praticar ato desleal ou hostil durante a partida" -, ainda conseguiu depois liberá-lo provisoriamente da suspensão de uma partida ao ter pedido de efeito suspensivo concedido.
O camisa 11 alvinegro volta a começar jogando depois de um mês e meio. Ele não era escaladocomo titular desde a vitória sobre o Bahia, em 25 de setembro, quando anotou o único gol da partida. De lá para cá, ficou fora de cinco rodadas (duas delas por suspensão automática e três por desconforto muscular na coxa direita) e iniciou na reserva em outras duas oportunidades.
Com os mesmos 58 pontos do vice-líder Vasco, mas à frente por ter mais vitórias (17 contra 16), o Corinthians enfrenta o Atlético-PR às 17 horas (de Brasília) deste domingo, no Pacaembu.
PUBLICIDADE