JANDIRA:Wesley arromba a prefeitura de Jandira para tomar posse


DSCN3168

A tradição de “Velho Oeste” de Jandira é antiga. Em 10 anos, mais de 10 políticos foram assassinados na cidade. A morte do prefeito Braz Paschoalin em 2010 repercutiu no país inteiro 




O prefeito interino de Jandira, Wesley Teixeira (PSB), precisou chamar um chaveiro para arrombar a porta do gabinete do prefeito para tomar posse, na manhã da quarta, 14. Segundo na linha sucessória, o presidente da Câmara Municipal, Wesley Teixeira (PSB), assumiu o cargo interinamente na terça, 13, mas esperou o dia seguinte para se empossar. A decisão partiu da Câmara Municipal da cidade. Por seis votos a quatro, a maioria dos parlamentares acatou o pedido de um munícipe pela apuração de quatro denúncias contra a administração tucana, o que gerou o afastamento da prefeita Anabel Sabatine por três meses. O secretário de Comunicação Ronnie Annunciação registrou boletim de ocorrência.

Logo que chegou para assumir o Executivo, encontrou a porta do gabinete fechada. Advogados de Anabel o pressionaram a não entrar. Como não conseguia a chave, chamou o chaveiro que arrombou a porta. Ainda com o quadro da ex-prefeita na parede e cercado de seus advogados, Wesley Teixeira deu entrevista para nossa reportagem, sentado na cadeira na condição de prefeito interino. “Podia ter vindo no final da tarde de ontem. No entanto, decidi esperar até às 11h de hoje, para evitar conflito.

Quando chamei o chaveiro, os advogados da ex-prefeita ameaçaram filmar, mas não temi, pois estava dentro da Lei”, explicou. “Depois que entrei, eles ficaram um tempo olhando, mas saíram quando pedi para se retirarem”. A confusão resultou na primeira troca de secretário. “Tirei o Gilmar de Melo e coloquei o Otoniel Henrique de Alexandria no cargo de Secretário de Negócios Jurídicos”. Alexandria é procurador de carreira da Câmara Municipal de Jandira.

A tradição de “Velho Oeste” de Jandira é antiga. Em 10 anos, mais de 10 políticos foram assassinados na cidade. A morte do prefeito Braz Paschoalin em 2010 repercutiu no país inteiro e levou a vice Anabel ao poder. “Só de ganhar eleição por aqui já é uma ameaça, mas não tenho medo de ser assassinado. Meu pai, Dorvalino Abílio Texeira, foi executado com dez tiros quando era prefeito nos anos 80. Ele costumava dizer: ‘quem não pode com o pote, não pega na rudia’”.

Entenda o caso

Protocolado por Reinaldo dos Santos, o documento que gerou o afastamento de Anabel apontava a suposta ocorrência de nepotismo na administração municipal, com a contratação de parentes de funcionários e secretários municipais; levantava a suspeita de fraude em um processo licitatório e questionava o desvio de mais de R$ 3 milhões em verbas do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) para pagar o salário de servidores – prática proibida pela legislação. O munícipe ainda questiona o fato da prefeita residir em Santana de Parnaíba e não em Jandira, o que é vedado pela Lei Orgânica do Município.

Ao acatar o pedido, os vereadores criaram uma Comissão Processante para apurar as denúncias contra a administração de Anabel durante os próximos três meses – prazo que pode ser prorrogado por igual período. O órgão será presidido pelo vereador Reginaldo Camilo dos Santos (PT), o Zezinho.

Ao final das investigações, a conclusão da comissão será apresentada ao plenário pelo seu relator e, em seguida, apreciada pelos vereadores. Caso os parlamentares entendam que ocorreram irregularidades na gestão de Anabel, eles podem votar pela cassação da prefeita.


Anabel diz que irá trabalhar normalmente hoje

Anabel Sabatine diz que não foi notificada oficialmente sobre seu afastamento, por isso ainda se considera a prefeita de Jandira. O secretário de Comunicação Ronnie Anunciação considera o ato de Wesley Teixeira completamente arbitrário. “Nossa prefeita irá à Prefeitura amanhã trabalhar normalmente, pois não recebeu nenhum documento que a destitua do cargo”, explicou.

Os advogados de Teixeira acreditavam que Anabel entraria com recurso para retomar o cargo na tarde de ontem, mas a informação foi desmentida por Annunciação. “Ainda estamos estudando o que vamos fazer. Não entramos com recurso porque tudo ainda é extra-oficial. Como disse, não fomos notificados”, garantiu. No entanto, fonte ligada ao Fórum de Jandira disse à nossa reportagem que a prefeita já havia entrado, sim, com recurso.


Confira a votação na Câmara

Wesley Teixeira (PSB) – não vota

A favor do afastamento
Geraldo Teotônio da Silva, o Gê (sem partido)
José Neto da Silva (PR)
Luiz Carlos Soldé (PTB)
Marcelo Marques de Souza (DEM)
Maura Soares (PT)
Reginaldo Camilo dos Santos, o Zezinho (PT)

Contra o afastamento
Cícero Amadeu Romero Duca, o Cebolinha (PSDB)
Gerson Cerqueira (PTN)
Henrique Alexandria (PSDB)
Wilson de Souza Coelho (PDT)
por:
Jesse Navarro
(jessenavarro@webdiario.com.br)

Aline Lamas
(politica@webdiario.com.br)



Wesley Teixeira é denunciado por arrombamento da porta do gabinete da ex-prefeita

No mesmo dia de assumir a prefeitura de Jandira,Wesley Teixeira é denunciado por arrombamento.

O vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de Jandira, Wesley Teixeira, na condição de prefeito interino da cidade, solicitou os serviços de um chaveiro para entrar no gabinete e tomar posse. O fato ocorreu por volta das 11h deste dia 14.

Primeiro, Wesley indagou a secretária de Anabel sobre a chave do gabinete, porém a mesma disse que não sabia. Em seguida, os assessores de Wesley foram em busca do chefe de gabinete e também não o encontraram. Precisando adentrar no gabinete, o prefeito interino solicitou os serviços de um chaveiro e, na frente de testemunhas e da imprensa presente no ato da posse, conseguiu o acesso.

Um fotógrafo da Secretaria de Comunicação foi chamado para registrar o “arrombamento” da porta. Em seguida, o Secretario de comunicação, Ronnie Anunciação, com seu advogado doutor Celso Galdino Fraga se dirigiram à Delegacia de Polícia da cidade e registraram um Boletim de Ocorrência contra o  prefeito interino, por meio do qual o denunciam de arrombamento da porta do gabinete que era ocupado por Anabel Sabatine.

De acordo com o B.O, a Polícia vai solicitar perícia técnica do local e, posteriormente, irá chamar os envolvidos a prestarem esclarecimentos.