ENTREVISTA - Chico Vilela (Vereador e presidente do diretório municipal do PTB em Barueri)




“O clima realmente não ficou muito bom não, mas faz parte da política. E política é assim mesmo e tem que saber administrar tudo isso” 


Em seu terceiro mandato no Poder Legislativo de Barueri, o vereador Francisco dos Reis Vilela, conhecido como Chico Vilela, é o vice-presidente da Mesa Diretora da Casa. Filiado ao PTB desde agosto de 2001, este ano Chico Vilela assumiu a presidência provisória da executiva do PTB-Barueri, cargo que anteriormente era ocupado pelo vereador e presidente da Câmara Municipal Josué Pereira Silva, o Jô. Entre os assuntos abordados nesta entrevista concedida na última terça-feira, 6, ao Diário da Região, o parlamentar fala sobre a possível saída do vereador Jô do PTB e sobre o nome do ex-vice-prefeito Jaques Munhoz como vice do deputado estadual Gil Arantes (DEM), pré-candidato à prefeitura de Barueri.

Como está o partido depois que o senhor assumiu a presidência do diretório municipal?
Agora nós estamos trabalhando o partido. Vamos fazer um trabalho de formação de um novo grupo do PTB para que possamos disputar as eleições no próximo ano. Temos até o dia 7 de outubro para fechar esse grupo forte. Já falamos com o vereador Jô e ele já se posicionou que vai deixar o partido.

E o PTB vai pedir a cadeira do vereador Jô?
Com a desfiliação do vereador Jô do PTB nós vamos reunir a executiva municipal do partido e, nessa reunião, vamos discutir qual rumo tomar. Como presidente não vou discutir sozinho, mas tenho conversado com os membros da executiva e tudo indica que sim.

E está decidido que o partido irá apoiar o deputado estadual Gil Arantes (DEM) para a prefeitura de Barueri em 2012?
Sim. Isso também já está decidido. O PTB virá apoiando o candidato Gil Arantes a prefeito de 2012.

O objetivo inicial do deputado estadual Campos Machado (PTB), presidente estadual da sigla, era eleger prefeitos nas cidades da região. Em Barueri houve alguma resistência contra a decisão que o PTB tomou em não lançar candidato a eleição majoritária e apoiar o DEM?
Como presidente estadual e sendo essa grande liderança, na verdade o deputado Campos Machado tinha a proposta de que todo município pudesse lançar seu candidato próprio a prefeito pelo PTB. Ele então até veio em Barueri e acertou a situação com o Carlos Zicardi (PMDB), secretário de esportes e pré-candidato a prefeito, e também com o próprio [Rubens] Furlan (PMDB). Ficou acertado que o Zicardi disputaria a eleição pelo PTB, até aí estava tudo certo, mas depois o próprio Furlan deu declaração para o jornal dizendo que realmente [Zicardi] sairia candidato pelo PMDB, então se rompeu esse compromisso. E fazer o quê? Se não tem candidato a prefeito tem candidato a vice em Barueri: o nome do Jaques Munhoz.

Então podemos considerar que em 2012 teremos Gil como candidato a prefeito pelo DEM e Jaques Munhoz como vice-prefeito do Gil pelo PTB?
A conversa está caminhando para esse rumo. Vamos decidir isso nas convenções, mas estamos dialogando para que isso aconteça. A convenção vai escolher os candidatos para disputar a próxima eleição.

E como está essa situação dentro do partido? Têm pessoas que não concordam com o nome do Jaques Munhoz para vice?
Dentro do PTB está tranqüilo, até porque estamos formando um novo grupo político dentro da sigla. O único nome que temos dentro do partido e com quem eu ainda não conversei é com o ex-deputado estadual Valdir Agnelo que faz parte da executiva municipal e o próprio vereador Jô que ainda está filiado, mas com a saída dele do partido acredito que não teremos muita resistência.

O senhor comentou que está sendo formado um novo grupo, dessa forma, dentro do PTB ficou algum racha entre os filiados que apoiam a coligação com o Gil Arantes e os filiados que não apoiam?
Nós estamos formando um novo grupo dentro do PTB. Os nomes que estavam no partido e não concordavam com o apoio ao deputado Gil já estão saindo e se desfiliando. Um que vai ficar até o final é o vereador Jô. Mas os outros que faziam parte da executiva provisória que era presidida pelo Jô já estão saindo do partido.

Quais são as expectativas para as coligações? Quantos partidos o PTB pretende levar nessa disputa para a próxima eleição?
Na verdade a grande liderança mesmo é o deputado estadual Gil Arantes. É a liderança que está conseguindo realmente todos esses partidos. Acredito que hoje tenha 15 ou 16 siglas. Inclusive está buscando esse apoio e coligação com o próprio PT.

E com a sua entrada na presidência do diretório municipal e, conseqüentemente, com a saída do vereador Jô desse mesmo cargo, como está o clima entre vocês dentro da Câmara?
O clima fica um pouco tenso. Mas é natural porque ninguém quer realmente ceder o espaço. O clima realmente não ficou muito bom não, mas faz parte da política. E política é assim mesmo e tem que saber administrar tudo isso.

Dizem que o vereador Jô vai sair exatamente porque não concordava com o apoio do partido ao DEM?
É, na verdade ele ainda não se desfiliou do partido, mas já declarou que estará deixando a sigla porque não concorda [com a escolha do partido] e quer acompanhar o Furlan, que tem o Zicardi como candidato. O PTB vai realmente apoiar o Gil então ele [Jô] quem tem que, infelizmente, deixar o partido.