Gaviões da Fiel diz que apura culpa de associados em morte de jovem



Gaviões da Fiel apura culpa
de associados (Divulgação)

Advogado diz que, caso identifiquem torcedores na briga, eles serão punidos.
Douglas Silva foi encontrado morto na tarde de segunda (29) no Rio Tietê.


A Gaviões da Fiel, torcida organizada do Corinthians, irá apurar as responsabilidades no caso da morte de Douglas Silva, que foi encontrado na tarde desta segunda-feira (29) no Rio Tietê, na Zona Norte de São Paulo.

De acordo com Davi Gebara, advogado da torcida, caso seja comprovada a culpa ou o envolvimento de algum associado no caso, haverá punição. “Se constatarmos que alguém da Gaviões estava envolvido nessa suposta briga, nós iremos punir com suspensão ou até expulsão da torcida”, diz o advogado.
Segundo Fernando Pereira, primo da vítima, um briga entre membros da Gaviões e da Mancha Alvi-Verde – torcida organizada do Palmeiras – estava marcada para o final da noite de sábado (27). Durante a briga, o corintiano Douglas tentou se afastar, mas foi pego por cerca de 40 torcedores da Mancha. Eles o espancaram e depois o jogaram no rio, de acordo com Pereira.
Procurada pelo G1, a torcida Mancha Alvi-Verde diz que não irá se pronunciar sobre o assunto porque não tem ciência de briga nenhuma ocorrida no sábado envolvendo seus integrantes.
O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, investiga o caso. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, agentes da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), do DHPP, irão apurar as circunstâncias do crime.
Segundo Davi Gebara, a Gaviões da Fiel é “totalmente contra as brigas entre torcidas”. Questionado acerca de um confronto marcado entre os torcedores pela internet, o advogado diz que esta é uma prática repudiada pela torcida e que, caso seja constatado envolvimento de um associado nisso, também haverá punições.

fonte:G1