Santana de Parnaíba tem menor índice de roubos da Região Metropolitana



Cidade também é a quinta mais segura do Estado. Para realizar o estudo foram usadas estatísticas do site da Secretaria Estadual da Segurança Pública 
Da redação
(policia@webdiario.com.br)





Uma pesquisa realizada pelo Jornal “O Estado de S. Paulo”, publicada na última quarta-feira (27/07), no caderno Cidades/ Metrópole, aponta que Santana de Parnaíba possui, atualmente, a quinta menor taxa de roubo por 100 mil habitantes no Estado de São Paulo. A cidade aparece com um índice de 156 roubos, quando projetados os dados estatísticos do primeiro semestre para o ano inteiro. Ela foi a única da Região Metropolitana a aparecer no ranking dos menores índices do delito.

No ranking elaborado pelo jornal, todas as quatro cidades à frente de Santana de Parnaíba estão localizadas no interior do Estado, que costumam registrar índices criminais inferiores aos da Região Metropolitana. Na ordem, foram apontadas com as menores taxas de roubo por 100 mil habitantes os municípios de Botucatu, Ourinhos, Tatuí e Jaú (confira a tabela abaixo).

Para realizar o estudo, o Jornal Estado de S. Paulo utilizou os dados estatísticos disponíveis no site da Secretaria Estadual de Segurança Pública, que é divulgada mensalmente. Obtidas as informações criminalistas, o periódico calculou a taxa de delitos por 100 mil habitantes, como recomenda a Organização Mundial de Saúde. A finalidade do cálculo é permitir a comparabilidade entre locais com diferentes tamanhos de população e neutralizar o crescimento populacional, permitindo a comparação a médio e longo prazo. Não foram incluídas na pesquisa, as cidades litorâneas, pois no verão tende aumentar o número de delitos nesta região devido à população flutuante. Por isso, o resultado seria prejudicado, uma vez que é considerado para o cálculo somente os habitantes fixos.

Investimentos no setor

Apesar de segurança pública ser de responsabilidade do governo estadual, a Prefeitura de Santana de Parnaíba gasta, anualmente, mais de 17 milhões com a área, administrados pela Secretaria Municipal de Segurança Urbana. “Temos uma enorme preocupação em garantir a segurança da nossa população e, para isso, temos que investir pesado no setor. Hoje, temos uma Guarda Municipal Comunitária (GMC) absolutamente estruturada, com mais de 400 componentes, que, juntamente com as Polícias Militar e Civil, zelam pelo bem-estar de nossos moradores. Assim, conseguimos ter efetivos nas ruas com patrulhamento ostensivo e preventivo”, disse o prefeito Silvinho Peccioli.

Para garantir a segurança do município, a GMC conta com 11 postos localizados em pontos estratégicos de diversos bairros da cidade. A guarda trabalha com 27 viaturas e seis motos operacionais. As viaturas são equipadas com modernos equipamentos de comunicação, além de possuírem câmeras e dispositivos de localização, que têm por finalidade dar total transparência às ações realizadas.

A corporação ainda conta com um efetivo de, aproximadamente, 440 integrantes, que atuam na cidade em diversas áreas, como segurança do patrimônio público e da população, controle do trânsito, auxílio no resgate de vítimas e policiamento preventivo.

A Guarda Municipal também executa o serviço de monitoramento no Centro de Santana de Parnaíba e no bairro Tamboré, por meio de câmeras instaladas em pontos estratégicos das principais vias, que permanecem em operação, ininterruptamente. Com este moderno sistema, é capaz de detectar atos de vandalismo, acidentes de trânsito e outros ilícitos. A corporação também possui um Sistema Inteligente de Prevenção ao Crime, que consegue alterar rotas de patrulhamento de acordo com os registros de ocorrências.

Ranking das cidades com menos roubo (por 100 mil habitantes)

Botucatu 77
Ourinhos 89
Tatuí 130
Jaú 150
Santana de Parnaíba 158